Quem tem uma câmera, desde a era das máquinas fotográficas com rolo de filme de algumas dúzias de poses até a dos celulares com espaço suficiente para milhares de imagens, com certeza foi tentado ao menos uma vez a apontar a lente do seu aparelho para o céu e capturar aquele céu lindo ou aquela lua maravilhosa lá no firmamento.

Passada a vontade, logo vem a decepção (ou não tão logo quando se usava filme...): poucas câmeras conseguem capturar a luz das estrelas, transformando o céu lindo que te encheram os olhos num quadrado preto sem graça. E a Lua, bem, geralmente ela vira algo assim:




26ago17 - Festa da Achiropita


...um borrão branco, muitas vezes tremido.

Acabei não contando aqui minha saga com minha máquina fotográfica: a última que comprei foi quando fui pra Alemanha e era um modelo que curti muito, simplezinha mas eficiente. Não era profissional, mas cabia no bolso, nos dois sentidos.
Até que certo dia ano passado ela acabou quebrando de vez e me vi numa realidade diferente da qual estava acomodada: os celulares tomaram o lugar das câmeras e elas estavam praticamente extintas. Mesmo a marca famosa que fez a minha tinha parado de produzir, se limitando a uns modelos estacionados no tempo e bem carinhos que só vendiam no Japão. Fui pesquisar por conserto, e o orçamento foi uma ofensa, mas com sorte logo achei uma idêntica (mesmo modelo!) e com pouco uso à venda e por menor preço. Comprei e logo estava de volta à minha ilha de conforto, sabendo que da próxima vez que sair de lá, não terei como voltar.

Enfim, uma hora falo disso isso melhor.

O que interessa é que a maioria das câmeras hoje em dia tem zoom automático, muitas vezes irritante, mas que foca legal objetos distantes, tipo, sei lá, o alto das grades do meu portão:


sim, meu pai quis que elas fossem pintadas alternadamente de dourado e preto.


Conseguido esse foco, você afasta um pouquinho mais e as lentes se ajustam certinhas no objeto mais próximo, a Lua!!

15jun16 - tcharã! \o/

Descoberto esse truque, eu fiz a festa nos dias seguintes :D E descobri que:
1) tem de ser de dia, quando a Lua ainda está no céu, quanto mais alta, mais nítida:


25jul16 - a lua tá tão baixa aqui que quase some na foto :/

2) e quanto maior a "mordida" da sombra da Lua nela mesma, melhor a imagem (ao menos para meus critérios):


17jun16


14mai16

Enfim, era o que eu queria dizer com este post. Espero que este truquezinho seja útil para outras pessoas, quem sabe ele funcione até com celulares :D


Ah, não, quero falar mais algumas coisinhas, mas antes, mais algumas outras fotinhas da nosso vizinha mais chegada:


25jul16


26jul16




27jul16


Ah, essa última imagem tem uma mentira: o muro desfocado não existe na foto original, mas achei legal inserir no fotoxop para contrastar com a foto anterior, ambas foram tiradas no mesmo local e hora :)

Se a lua estivesse cheia este dia, a foto seria algo assim:

Se pudessemos ver o lado oculto da lua no céu, ele apareceria mais ou menos dessa forma:


...bem sem graça, por sinal

Ao contrário do lado que sempre vemos, o lado oculto não tem muitos "mares" (maria, em latim), praticamente só o Mare Moscoviense, no alto da imagem. Aposto que o lado oculto da Lua é oculto porque é sem graça mesmo...


E diqo que se a Lua aparecer no céu assim algum dia, estaremos bem encrencados...


...e talvez seja hora de praticar devoção à antiga religião, só por via das dúvidas

Mas se aparecer assim


é porque namorada decidiu chegar mais perto de mim :P


Bom, tentei fazer uma montagem do lado visível da Lua usando apenas as fotos que tirei como fonte:


ficou meio tosco, eu sei

Não sei se vocês já perceberam, mas do lado esquerdo parece ter um coelho desenhado lá:


(para fãs de anime mangá, o nome original da Sailor Moon é Usagi, que não coincidentemente significa "coelho"....)

Bom, essas manchas escuras são os mare (que significa "mares" em latim, o plural é maria, como disse lá em cima), enormes planícies que dão graça à nosso satélite, e achei legal por o nome dos que dão para ver a olho nu daqui da Terra:


1) A cabeça do coelho é o Mare Tranquilitatis, Mar da Tranquilidade, onde foi feito o primeiro pouso na Lua :)
1½) Se você não acredita que o homem pousou a Lua, desejo fortemente que teu cu exploda e coce o resto da vida.
2) Abaixo dele fica o Mar da Serenidade.
3 e 4) as orelhas do coelho são feitas, respectivamente, pelos Mar da Fertilidade e de Néctar.
5) A "cratera" logo ao lado da abeça do coelho é o Mare Crisium ("das crises")
6) O Mare Imbrium, das "chuvas", fica ao lado da Serenidade :P
7) Acima dele (se você que lê este texto morar no Hemisfério Sul, caso o contrário, a figura que fiz está de ponta-cabeça em relação ao que você vê no céu...) está o Oceanus Procellarum ("Oceano das Tormentas"!!), o maior das maria. A Apolo 12 pousou aí.
8) No alto está o Mare Humorum ("da umidade")
9) ...e abaixo deste, o Mare Cognitum ("que se tornou conhecido")
...ao lado dos mares Humorum e Cognitum, à esquerda, fica o Mare Nubium, das nuvens, que por algum motivo, não indiquei ¬¬'


E também fiz um mapinha com algumas crateras que acho que se destacam mesmo vendo daqui:


1) A cratera Langrenus é uma mancha branca ao lado do mar da Fecundidade. E não acabei demarcando também na imagem acima (oooops) a cratera Stevinus, logo acima das orelhas :P Foi batizada em homenagem à Michael van Langren, que fez mapas da Lua no século XVII e foi o primeiro a dar nome aos terrenos de lá (e, pelo que vejo, mudaram tudo depois :P)
2) No alto, ao lado do Mare Nubium, fica a Tycho que acho uma das crateras mais lindonas existentes mas não saiu bem nas fotos que tirei. Ainda.
FOi batizada em homenagem à Tycho Brahe, que estudou as fases da Lua no século XVI.
3 e 4) São as crateras Byrgius e Grimaldi. Joost Bürgi e Francesco Maria Grimaldi (que mediu as alturas das montanhas lunares no século XVII) são os homenageados da vez.
5) a Kepler é uma das manchas brancas nas vizinhanças do oceano das Tormentas. Johannes Kepler batiza a cratera e tem uma biografia grande demais pra eu resumir aqui :P
6 e 7) as outras duas são Copernicus e Aristarcus. Nicolau Copérnico é o criador moderno do Heliocentrismo (em que a Terra gira e torno do Sol) mas foi precedido por Aristarco de Samos, além de propor que a Terra gira em torno do Sol (e não o contrário) quase três séculos antes de Cristo, também calculou o tamanho e distâncias do Sol e da Lua.


Se quiserem um mapa da lua menos tosco com crateras e mares, cliquem aqui. Tá em inglês, mas não tem muito o que entender^^ E queria lembrar que sou bem amador, tanto em astronomia quanto e fotografia, só quis neste post compartilhar imagens bonitas, alguma informação que eu já sabia mais coisas legais que aprendi enquanto montava este texto :)

Tenho mania de sequências, e já que comecei mapeando as ruas de Sampa com datas de janeiro, era claro que eu iria fazer as de fevereiro :D


cliquem pra ver o mapa em tamanho maior (as ruas marcadas são o trajeto que o google sugeriu para fazer o rolê em ordem)

Fevereiro deve ser um mês bem pouco pop: apenas 8 dias do mês batizam ruas, mais 5 em cidades vizinhas (duas em Guarulhos e em Santo André; uma em São Bernardo do Campo). Curiosamente, existe uma rua 29 de fevereiro (em Teresina) e não existe uma rua 27 de fevereiro no Brasil todo o.o'

Rua Primeiro de Fevereiro (Jardim Amaury ), Assis/SP - 19816-260
Rua 2 de Fevereiro (Cidade Nova Heliópolis ), São Paulo/SP - 04236-094
Rua Três de Fevereiro (Bela Vista ), São Pedro da Aldeia/RJ - 28941-332
Rua Quatro de Fevereiro (Jardim Paraíso ), Guarulhos/SP - 07143-336
Rua Cinco de Fevereiro (Jardim García ), Campinas/SP - 13061-081
Rua Seis de Fevereiro (Japeri ), Japeri/RJ - 26440-400
Praça Sete de Fevereiro (Vila Formosa ), São Paulo/SP - 03358-020
Rua Oito de Fevereiro (Jardim do Estádio ), Santo André/SP - 09172-185
Rua 9 de Fevereiro (Vila Guedes ), Hortolândia/SP - 13185-814
Rua Dez de Fevereiro (Vila Caraguata ), Cubatão/SP - 11535-015
Rua Onze de Fevereiro (Cidade Vargas ), São Paulo/SP - 04319-020
Rua Doze de Fevereiro (Jardim Ponte Alta II ), Guarulhos/SP - 07179-706
Rua Treze de Fevereiro (Centro ), Tatuí/SP - 18270-340
Praça Quatorze de Fevereiro (Fonseca ), Niterói/RJ - 24130-244
Travessa Quinze de Fevereiro (São Cristóvão ), Criciúma/SC - 88802-580
Rua Dezesseis de Fevereiro (Distrito Industrial do Jatobá (Camilo Torres) ), Belo Horizonte/MG - 30668-728
Rua 17 de Fevereiro (Pq S Bernardo) (Montanhão ), São Bernardo do Campo/SP - 09765-390
Rua Dezoito de Fevereiro (Chácara Mafalda ), São Paulo/SP - 03373-075
Rua Dezenove de Fevereiro (Chácara Gaivotas ), São Paulo/SP - 04849-334
Rua Vinte de Fevereiro (Vasco da Gama ), Recife/PE - 52280-660
Rua Vinte e Um de Fevereiro (C Hab CDHU) (Jardim Santo André ), Santo André/SP - 09132-325
Rua Vinte e Dois de Fevereiro (Vila Ré ), São Paulo/SP - 03668-060
Rua Vinte e Três de Fevereiro (Vl Getúlio Cabral) (Santa Lúcia ), Duque de Caxias/RJ - 25275-673
Avenida Vinte e Quatro de Fevereiro (Vila Rui Barbosa ), São Paulo/SP - 03734-090
Rua Vinte e Cinco de Fevereiro (Vila Dom Pedro II ), São Paulo/SP - 02241-070
Travessa Vinte e Seis de Fevereiro (Penha Circular ), Rio de Janeiro/RJ - 21011-805
não existe rua vinte e sete de fevereiro!!!!!! o.o
Rua Vinte e Oito de Fevereiro (Jardim Santa Eudóxia ), Campinas/SP 13096-324
Rua Vinte e Nove de Fevereiro (Vila Cristalina) (Água Mineral ), Teresina/PI - 64006-692

Para os políticos criadores de nomes de rua, aqui vai a dica com as efemérides de 27/2, alguém tem sanar essa falha na toponímia nacional :P

(vendo as datas... 27/2 é Dia do Agente Fiscal da Receita Federal, deve explicar a falta de ruas com esse nome...)


08dez11


Juju nunca foi fã de interação, ainda mais com filhotes, mas com o tempo Milla foi crescendo e Juju foi aceitando a nova moradora da casa...




27set11 - todas dormindo, mas me espantava quando Milla colocava a cabeça
como se tivesse rolado pra fora do travesseiro




28set11 - quando a barriga da amiga vira travesseiro


09set11 - hora do banho!


Sobre essa série de fotos, leia aqui. Não sinto que a reverei, mas o link com os dados sobre o sumiço dela é esse: http://quadr.in/milla (vai que....)

E Milla foi uma sobrevivente: certo um dia um filho da puta abandonou três gatinhos recém-nascidos no meio de uma calçada imunda, com cordão umbilical e tudo... veja aqui.


E nunca esquecer Camilla vs Juju:

• Culpa (de Cristina Eiko) - Um livretinho de poucas páginas, formato A6 para a série Ugritos da Ugrapress. É o tipo de história começa fofa e termina... sendo juz ao título da história.
# Veredicto: leitura rápida, mas vale :)
# Bom: a edição é caprichadinha, tanto fisicamente (papel bom, plastico envolvendo a edição), quanto na arte e roteiro.
# Mau: é rápido. Quando você começou já terminou.
20 páginas • R$ 7 • 2017 • revista no site da editora

American Flagg! (de Howard Chaykin) - Nos anos 80, mais que hoje, os quadrinhos gringos eram dominados pelas duas "majors" (Marvel e DC). Mas, mesmo nessa que foi uma das épocas mais áureas das duas editoras, haviam artistas e editoras independentes que conseguiram lugar ao sol, com fãs fiéis e elogios da crítica e... que por motivo ou outro ($$) nunca acabei lendo mas sempre tive curiosidade de conferir o material.
Óbvio, senão eu não escreveria o parágrafo acima, que American Flagg! era uma desses casos: publicada originalmente em 1983 nos EUA (a série durou 50 edições), e umas poucas tentativas no Brasil entre os anos 80 e 90, se passa num daqueles futuros que quase estão virando passado: em 2031, após uma grande econômica, os Estados Unidos são uma sombra do que eram (e o governo se mudou para Marte), a União Soviética está em frangalhos por causa de insurreições islâmicas, o Brasil é uma superpotência etc, o ator Reuben Flagg perde o emprego na televisão (ele é substituído por um holograma dele mesmo, bem mais em conta :P) e se torna policial no Plexmall de Chicago (Plexmall seriam tipo gigantescos shopping centers onde a população vive nessa época), etc etc.
O mundo de AF é bem construído, com suas peculiaridades e o roteirista/desenhista vai nos apresentando aos poucos o que é aquele mundo e o que está por detrás dele, só que... desculpem, não gostei. A arte do Chaykin é acima da média, algumas páginas tem composições lindas, mas os personagens raramente são desenvolvidos para me importar com eles ("hã, personagem X voltou? Mas ele apareceu antes mesmo? Não me lembro...") e algumas subtramas são confusas, talvez por eu ter perdido o interesse na história lá atrás, talvez por ter lido numa sentada só uma história feita para se ler aos poucos, em 12 partes mensais.
# Veredicto: se você gosta de clichês de FC dos anos 80 (eles não são ruins), personagens sem pudores de falar palavrão, muita ação, personagens sexy que não tem medo da censura (apesar de não ter nada explícito), American Flagg! é pra você :) Só aviso que esse é o primeiro arco do personagem e muita coisa fica em aberto.
# Bom: worldbuilding e Raul, o gato falante e hacker =p
# Mau: personagens sem carisma, e a arte de Howard Chaykin é foda, mas meio "dura" às vezes (fora a mania dele repetir visual de personagem em cada gibi que faz....)
392 páginas • R$ 99,90 • 2015 • revista no site da editora

Nimona (de Noelle Stevenson) - Lorde Ballister Coração-Negro é um vilão, e cet dia uma garota chamada Nimona bate em sua porta para ser sua assistente contra Sir Ouropelvis e a Instituição. Ele reluta no início, mas ao ver que ela é uma metamorfa, a aceita e assim a história começa.
O enredo não entrega muito no começo, e também não é lá muito complexo, mas tem várias subversões, tem cenas de ação (o traço simples da autora não ajuda aí, mas quem se importa, é justamente a estilização escolhida que dá o clima da história), tem cenas de dia a dia, de personagens se importando com os outros, ou simplesmente não querendo falar de coisas que os incomodam, e - é claro - reviravoltas :)
# Veredicto: uma das melhores leituras que tive no semestre passado (não que eu tenha lido tanto assim)
# Bom: a simplicidade de roteiro/arte/personagens, mas assim mesmo distorcendo de leve os clichês. Outra coisa digna de nota é o "mundo" da história, mas simples, com complexidade potencial e talvez melhor apresentado que o de American Flagg!
# Mau: nada me irritou especificamente, mas o adjetivo "simplicidade" é uma faca de dois gumes: alguns personagens podiam ser desenvolvidos melhor, algumas cenas podiam ser melhor compostas, algumas estruturas narrativas batidérrimas podiam ter sido trocadas por algo diferente.
276 páginas • R$ 49,90 • 2016 • revista no site da editora


ìndice de resenhas e movimentações da minha estante:

2017 está cheio de pontos negativos, e não ter atualizado essa seção é um deles. Faz tempo que não atualizo o E/S que quando eu fiz da última vez eu era praticamente outra pessoa :P

Mas vamos que vamos, a meta é manter uma frequência aqui e depois dobrar a meta, como diria minha saudosa ex.

Últimas Leituras:
O Baronato de Shoah – A Máquina do Mundo, José Roberto Vieira - mundo legal, dá um puta cenário de RPG. Mas não curti a história e personagens, o que é uma pena :| O Zero é um cara legal e eu sou uma pessoa bem chata nos meu gostos - tanto que as pessoas não gostam do que eu gosto, geralmente. Portanto....
Lugar Nenhum, Neil Gaiman - gostei. Personagens e mundo interessantes, mas dá para sentir no livro o "peso" de ter sido escrito originalmente como roteiro para uma mini-série para a televisão.
A Fonte Âmbar, Ana Lúcia Merege - demorei tanto pra atualizar aqui que até já fiz resenha desse livro (junto com os outros dois volumes da série)
Os Feiticeiros da Luz, Greice Martinelli - outro livro nacional de gente boníssima que não curti tanto - mas por causa da demografia: bruxos, ok, profecias e inimigos foda, ok, romances, flertes e cenas calientes, ñããããããõ, não faz meu paladar :P (P.S.: to devendo mandar meus comentários pra autora...)

Últimas Compras & Leituras:
(demorei tanto que tem livro que chegou e já foi consumido :P)
Terra de Histórias - Além dos Reinos, Chris Colfer - definitivamente foi o livro mais fraco da série até agora. Vilão sem carisma, personagens desperdiçados, uma cena ou outra legal. Talvez o livro esteja amaldiçoado por ter vindo de uma livraria que fechou :|
Em busca de WondLa; Um herói para WondLA; A Batalha por WondLa, Tony DiTerlizzi - confesso que comprei a série por causa do autor, um excelente desenhista de animais fantásticos (os jogadores de Advanced Dungeons and Dragons devem conhece-lo do velho Manual dos Monstros), e me surpreendi positivamente: a história é morna em alguns pontos, mas os personagens são cativantes e o mundo de Orbona é um dos lugares mais fantásticos que já li.
Assim se formou a Bíblia, Diego Arenhoevel - eu tenho vários fracos, um deles é formação do texto bíblico. Livro bastante didático sobre a formação do Antigo Testamento, escrito lá pelos anos 70 (comprei num sebo, inclusive). A primeira vez que eu o li, explodiu minha cabeça =)




Últimas Algumas das Últimas Compras:
O Lado Sombrio dos Contos de Fada, Karin Hueck - outro fraco meu são contos de fada. Vamos ver se vale =]
A História de Kullervo, Tolkien - depois da última compra, decidi caçar os livros que faltam da bibliografia do autor dO Senhor dos Anéis. Depois disso, só vai faltar ler :P
A Bela e a Adormecida, Neil Gaiman e Chris Riddell - Gaiman, contos de fada, diversidade. Não tem como dar errado, assim espero :PP
A História de Sua Vida e outros contos, Ted Chiang - cara, A CHEGADA É O FILME MAIS FODA DE 2016. Simples assim, tanto desde que vi virou parâmetro para outros filmes, por exemplo: "olha, O Último Jedi é legal, não um A Chegada, mas diverte". E nesse livro tem diversos contos do autor, inclusive o que inspirou a película.
O Médico e o Monstro; A Ilha do Tesouro, R. L. Stevenson - daquela lista de "clássicos que já deveria ter lido faz tempo" (na verdade já li o Médico e o Monstro, não gostei na época). Mas nem sabia que ambos os livros eram do mesmo autor :P


ìndice de resenhas e movimentações da minha estante:

(um ano pra atualizar meu site de carrinhos, que feio, joaninha!!)

Pixação e cartazes na Paulista com Consolação que disseram muito:






06mai17 - vagabundo é quem não lutⒶ! / amar e mudar as coisa :{ / fora temer / ano passado eu morri mas esse ano eu não morro :{ / diretas já / fora Temer volta Belchior :{

Ela estava aí antes da greve de 28 de abril (e da morte do cantor Belchior :/) e refuta o "quem faz greve é vagabundo" que você sempre ouve de quem é mais beneficiado pelas greves =_=

Deixa eu repetir o básico aqui: greve é praticamente o único recurso que trabalhadores tem contra abusos de seus patrões. Tem distorções e pessoas que se aproveitam? Tem e sempre terá, mas qual é a alternativa? Fazer nada e deixar acontecer? Se não existir pressão contra, o lado mais forte perde as inibições e monta em cima - como estamos vendo, por sinal.

O que ando vendo muito, e faz tempo, é a mesquinharia crescer: gente ganhando 100 reclamando porque a pessoa que fez a mesma coisa que ele ganha 105, ou pessoas que ganham 10000 indignadas com quem tem nada ganhar 100 de auxílio, mas ninguém estranhando gente com malas com milhões em dinheiro. Muito do "ruim" que definiu 2017 para mim foi fruto dessa mesquinharia: presidentes subiram ao poder porque tem pouco (e acha que tem alguma coisa...) teve medo de quem tem quase nada e nessa fúria acabaram fazendo o jogo de quem tem demais.
E a ficha de muitos desses ainda não caiu.

Outra coisa que vejo é muito pensamento escravocrata disseminado entre quem trabalha: faça seu senhor feliz, vigie o outro escravo colega teu (em vez de criticar o patrão) e fique feliz quando o outro for castigado por tentar conseguir um pouco a mais de direitos - afinal, escravo não tem direitos.


Uma coisa que diria "inexplicável" mas é apenas uma estratégia equivocada das lideranças de esquerda: cadê outras greves? Elas não deviam ter acontecido antes? >=(((

(Hyperion)
Zhib-Ran nasceu no mundo de Yttrium, um reino subatômico acessível à Terra. Explorador espacial por profissão, Zhib estava nas proximidades do planeta quando uma descarga de energia, originária do primeiro átomo rompido por um reator terrestre, atravessou uma fenda dimensional que se localizava sobre a superfície de Yttrium. A descarga causou a explosão do astro e banhou todo o corpo de Zhib-Ran, concedendo-lhe vastos poderes físicos. Vagando sem destino pelo vácuo, ele foi descoberto pelo Grande Mestre (veja Grande Mestre), um dos Anciões do Universo. O ser milenar levou-o então à dimensão da Terra (onde lhe concedeu a estatura de um ser humano) para utilizá-lo em uma competição. O jogador cósmico nomeou-o Hiperion - inspirado no titã da mitologia grega -, deu-lhe um uniforme e apresentou-o àqueles que participariam da prova com ele: o Esquadrão Sinistro (veja Esquadrão Sinistro). Criado por Roy Thomas em 1969, Hiperion culpou a Terra pela destruição de seu mundo e jurou se vingar, fato que até hoje não aconteceu.


Índice: ABCDEFGSobre esse projeto

Perto do metrô santa Cruz tem a rua Primeiro de Janeiro, que faz esquina com a rua Onze de Junho, são quase seis meses de tempo numa encruzilhada só :P Ali, certa vez, disse pra namorada: aposto que São Paulo tem uma rua para cada dia do ano....

E decidi que em 2018 vou por isso a prova, um mês por vez:


cliquem pra ver maiorzinho (as ruas são o trajeto que o google sugeriu para fazer o rolê em ordem)


...e de cara, minha teoria se provou furada:
Em Sampa, apenas 14 datas de janeiro batizam as ruas da cidade que vivo, inclusive seu aniversário (25 de janeiro) batiza duas ruas aqui, mas decidi colocar só mais central delas no mapa acima, fora as outras 4 em cidades vizinhas (Cotia, Diadema, Guarulhos e Osasco)

Por completismo, fiz a tabela abaixo incluindo as datas faltantes nas cidades mais próximas de São Paulo, dando preferência a localidades dentro do estado e da Região Sudeste, nessa ordem. Talvez eu tenha ignorado lugares mais próximos, mas fiz mais por diversão, sem me preocupar com a perfeição dos dados.

Rua Primeiro de Janeiro (Vila Clementino), São Paulo/SP - 04044-060
Rua Dois de Janeiro (Vila Salete ), São Paulo/SP - 03616-020
Rua Três de Janeiro (Vila Liviero ), São Paulo/SP - 04185-090
Rua Quatro de Janeiro (São José), Vitória/ES - 29031-813
Travessa Cinco de Janeiro (Jardim São Savério ), São Paulo/SP - 04194-345
Rua Seis de Janeiro (Jardim Colibri ), São Paulo/SP - 04855-610
Rua Sete de Janeiro (Jardim Santa Eudóxia), Campinas/SP - 13096-326
Rua Oito de Janeiro (Vila Domitila ), São Paulo/SP - 03626-010
Rua Nove de Janeiro (Canhema ), Diadema/SP - 09941-480
Rua Dez de Janeiro (Centro ), Cotia/SP - 06700-090
Rua Onze de Janeiro (Santa Isabel), São Gonçalo/RJ - 24737-346
Rua 12 de Janeiro (Setor Estrela Dalva), Goiânia/GO - 74475-288
Rua Treze de Janeiro (Americanópolis ), São Paulo/SP - 04336-080
Rua Quatorze de Janeiro (Jardim Veneza), Aparecida de Goiânia/GO - 74958-100
Avenida Quinze de Janeiro (Cidade Seródio ), Guarulhos/SP - 07150-030
Rua 16 de Janeiro (Coutos), Salvador/BA - 40750-110
Rua Dezessete de Janeiro (Aventureiro), Joinville/SC - 89225-886
Rua Dezoito de Janeiro (Jacaré), Rio de Janeiro/RJ - 20961-430
Avenida Dezenove de Janeiro (Vila Carrão ), São Paulo/SP - 03449-000
Praça Vinte de Janeiro (Vila Regente Feijó ), São Paulo/SP - 03335-060
Rua Vinte e Um de Janeiro (Santa Cruz), Salvador/BA - 41925-845
Rua Vinte e Dois de Janeiro (Parque São Rafael ), São Paulo/SP - 08320-140
Rua Vinte e Três de Janeiro (Vila Eliana Maria), Guaratinguetá/SP - 12511-410
Travessa Vinte e Quatro de Janeiro (Centro), Campos dos Goytacazes/RJ - 28027-510
Rua Vinte e Cinco de Janeiro (Luz ), São Paulo/SP - 01103-000
Rua Vinte e Cinco de Janeiro (Parque Primavera ), São Paulo/SP - 04467-290
Rua Vinte e Seis de Janeiro (Mirim), Praia Grande/SP - 11704-730
Rua Vinte e Sete de Janeiro (Novo Osasco ), Osasco/SP - 06045-000
Rua Vinte e Oito de Janeiro (Vila Bela Vista (Zona Norte) ), São Paulo/SP - 02617-090
Rua Vinte e Nove de Janeiro (Jardim Lourdes ), São Paulo/SP - 08452-431
Rua 30 de Janeiro (São Sebastião), União da Vitória/PR - 84604-750
Rua Trinta e Um de Janeiro (Americanópolis ), São Paulo/SP - 04336-090

Enfim, fica a dica pros políticos desocupados da paulicéia que gostam de batizar ruas =P~

(Hydra)
Organização subversiva mundial dedicada a conquista do planeta, a Hidra é inteiramente composta por homens. Suas duas únicas exceções foram Laura Brown, filha do Supremo Hidra (veja Laura Brown) e a Madame Hidra, uma das líderes mais terríveis que a agencia criminosa já teve (veja Madame Hidra). O nome deriva do monstro lendário que, tendo uma de suas cabeças cortada, fazia crescer duas outras no lugar. A Hidra se orgulha de, sempre que vencida, conseguir se reagrupar de uma forma ainda mais poderosa do que a anterior. O maior responsável pela origem da organização foi o Barão Wolfgang Von Strucker (veja Barão Strucker). Furioso pelas derrotas do Barão frente a Nick Fury e seu Comando Selvagem (veja Nick Fury) durante a Segunda Guerra, Hitler ordenou que Strucker fosse assassinado. Este conseguiu fugir da Alemanha auxiliado pelo segundo homem mais poderoso do Terceiro Reich, o Caveira Vermelha (veja Caveira Vermelha). O Caveira tinha planos de tomar o lugar do Fuhrer e, por essa razão, ordenou ao barão que construísse uma poderosa base no Extremo Oriente. Não admitindo servir a ninguém, este cortou relações com o terrível nazista e foi para o Japão. Lá chegando, soube que uma sociedade secreta estava sendo formada com o objetivo de dominar o mundo. Aliando-se a ela, conseguiu tornar-se seu líder e conferiu-lhe o nome de Hidra. Pouco tempo se passou e o vilão ergueu uma fortaleza numa pequena ilha do Pacífico - fortaleza que se tornou a principal sede da organização. Para construir o arsenal da sociedade secreta, Von Strucker recrutou uma brilhante equipe de cientistas que, mais tarde, se tornaria o núcleo de uma das divisões da Hidra chamada I.M.A. - Idéias Mecânicas Avançadas (veja I.M.A.). A Hidra quase conseguiu desenvolver armamento nuclear e dominar a Terra, mas sua ilha foi invadida e destruída pelo Capitão Savage e o Esquadrão Samurai. Apesar da ilha ter sido totalmente devastada, Strucker conseguiu escapar. Lentamente e em segredo, ele foi reconstruindo a organização nos anos que se sucederam a Segunda Guerra. Desta vez, o vilão situou sua base de operações nos Estados Unidos. Ele estabeleceu um novo núcleo de homens para a sociedade, núcleo que recebeu o nome de ELES. Na posição de Grande Imperador, o criminoso alemão assumiu uma série de identidades, a mais proeminente era a do milionário Don Guy Antonio Caballero. Só uma pequena fração da Hidra sabia da existência do Grande Imperador. Um homem de negócios chamado Arnold Brown foi designado pelo grupo para ser o novo Supremo Hidra. Sob seu comando, a sociedade secreta desenvolveu um arsenal de combate maior do que o da maioria das nações, e conseguiu espalhar seus agentes pelo mundo todo. Para enfrentar a ameaça de uma entidade tão poderosa, foi criada a SHIELD - uma agência internacional de contra-espionagem, elaborada pelas principais potências do planeta. Para seu diretor, foi designado o Coronel Fury. Logo depois de Fury ter assumido a liderança da organização, a Hidra ameaçou o mundo com uma bomba capaz de lançar radiação letal em todas as partes do globo. Enquanto o Homem de Ferro conseguia desativar a bomba, Fury dominou a sede dos criminosos em Nova Iorque, e Arnold Brown foi assassinado por seus próprios homens que não o reconheceram como Supremo Hidra sem seu uniforme. Imediatamente após a morte de Brown, a sociedade criminosa entrou em ação com atividades subversivas contra a Shield através de suas duas subdivisões: a IMA e o Império Secreto (veja Império Secreto). Assim, enquanto seus inimigos estavam distraídos, a organização pôde se reagrupar e renovar suas forças. Com a derrota da IMAe do Império Secreto, Strucker, primeiro disfarçado de Caballero, depois de Emir Ali Bey e, finalmente, como John Bronson, agente da Shield, reassumiu o posto de Supremo Hidra. Construindo um atol sintético no mar para ser sua base de operações, ele ameaçou destruir o mundo com uma bomba de esporos letais. Fury, porém, invadiu a central de operações e instalou a bomba em seu interior. A força da explosão afundou a pequena ilha que, por estar coberta por uma redoma de vidro, não permitiu que nenhum dos esporos escapasse. Pouco antes, após um combate com o diretor da Shield, Strucker foi desintegrado na câmara de um reator nuclear. Criada por Stan Lee em 1965, a Hidra jamais conseguiu obter o mesmo poder que havia conseguido sob a liderança do Barão Strucker. Atualmente, a organização está fragmentada e quase sem nenhum poder de ação.


Índice: ABCDEFGSobre esse projeto

(The Sleepers)
Durante a Segunda Guerra Mundial, Hitler jurou que, se não pudesse conquistar o mundo, iria destruí-lo. Como sugestão para realizar esse objetivo, o Caveira Vermelha, braço direito do Führer, propôs a construção de cinco imensas máquinas robóticas de guerra, denominadas Hibernantes. Eles deveriam permanecer ocultos em vários locais, armazenando energia, até o dia de serem postos em funcionamento, caso os Aliados vencessem. Hitler adorou a idéia e permitiu que o Caveira construísse os robôs, sem saber que o vilão pretendia usá-los para dominar o mundo, caso o Terceiro Reich fosse derrotado. Todavia, quando a Guerra terminou, graças a um acidente, o Caveira mergulhou em estado de animação suspensa e só voltou a vida no início da década de 60, pouco depois do Capitão América ter sido descongelado (veja Caveira Vermelha e Capitão América). Sem perda de tempo, o vilão ativou três dos Hibernantes, que, na verdade, eram partes separadas que compunham um único robô. Vencidos pelo Capitão América, meses depois, o ex-ajudante de Hitler libertou o quarto Hibernante, mas esse também foi derrotado graças à atuação do grande defensor da liberdade. Muitos e muitos anos se passaram. O Caveira havia sido dado como morto. Súbito, por trás da organização chamada Hidra (veja Hidra), o terrível criminoso reapareceu e, desta vez, ameaçando o mundo com o quinto e mais poderoso dos Hibernantes. O monstro parecia invencível. Foi necessária toda a bravura do Capitão, aliada aos agentes da Shield e todas as quadrilhas do Rei, para derrotar o robô e seu senhor... mas, no final, o bem e a justiça acabaram predominando.e os atacantes, derrotados. Os Hibernantes foram criados por Stan Lee em 1966.


Índice: ABCDEFGSobre esse projeto

Já faz um tempo que vi essa notícia lá no twitter:


...e invejei. Não que eu pretenda fazer cosplay de Arlequina, nem vi o filme (achei o trailler legal - graças ao Queen, certeza), mas porque o moleque quebrou uma regra que todo mundo já percebeu mas ninguém fala: "meninos são mais frescos que meninas".
Discorda?
Eu discordo de tua discordância: há anos que vejo mulheres, moças e meninas vestindo camisetas e acessórios super-heróis da Marvel, da DC, Star Wars e tudo o que elas quiserem, de todas as cores que ela quiserem, do preto ao rosa mais rosa.
Já no lado azul da Força.... "o time dos meninos" (e dos homens e rapazes e moços) não fazem muitos anos que comecei a vê-los usarem peças de roupa rosa - a terrível cor-símbolo. Eventualmente, graças a um fandom bem ativo, já vi uma ou outra camiseta de My Litle Pony por aqui (to devendo escrever sobre isso há anos, e é um assunto que tá cada vez mais no passado). O que é um avancinho, mas qualquer rapaz vestindo saias ainda vira notícia em portal e gera discussão por dias nas redes sociais.


roubando Laerte, porque ela foi certeira nessa

Assim, invejo o menino por ter dado um foda-se às regras toscas que os outros impõem e se vestiu de uma personagem que achou legal, assim como garotas volta e meia cosplayam personagens masculinos sem tanto trauma ou bully.
Afinal, são apenas personagens =)


Claro que Kai, o garoto, talvez seja uma menina trans (nascido garoto que se identifica como garota) com um pai foda que reconhece isso sem mais.... frescura :P Assim como parece ser o caso de Shiloh John, filhao de Angelina Jolie e Brad Pitt, que gosta de se apresentar "com roupas de menino" e que pelo jeito tem o apoio dos pais.
Esses exemplos são mais que saudáveis ou importantes, são foda. São de respeito às escolhas das crianças em questão, sem bullying, sem forçar a entrar em forminhas sociais. É mostrar aos outros (principalmente os adultos) a respeitar as escolhas dos outros, começando com quem vive com você e que você conhece praticamente desde que nasceu.

Mas espero mais que Kai não seja trans, que seja um garoto "como todos os outros", que um dia se vestiu da personagem que ele curte e mostrou que isso não é problema. O passo que ele deu é grande e arriscado contra o mar de bully que é a educação de que "menino não pode". As pessoas que estão do lado de fora da forminha "menino é menino e tem de gostar de meninas apenas, menina é menina e tem de gostar de meninos apenas" tem uma luta enorme contra preconceito e discriminação, mas os garotos precisam muito de exemplos "olha, ele fez isso e aconteceu nada com ele!!", crescer com uma neura a menos e termos menos homens preconceituosos com o amor e auto-identificação dos próximos e das próximas.

(Hercules)
Reconhecendo a necessidade de ter um filho, poderoso o bastante para defender os deuses do Olimpo contra futuros perigos que havia previsto, Zeus seduziu a mortal Alcmena disfarçado como seu marido, o rei Amphitryon de Troezen. Graças ao encantamento de Zeus, Hércules nasceu com uma força verdadeiramente incrível. Ao atingir a idade adulta, o príncipe tornou-se muito famoso por seus doze trabalhos, realizados, em parte, para provar a Zeus que era merecedor de possuir o dom da imortalidade. Ao realizar as tarefas, semideus provocou a ira de três imortais que continuam sendo seus inimigos até hoje. São eles: Ares, o deus da guerra; Plutão, senhor do submundo olimpiano; e Typhon, o humanóide imortal, filho do monstrengo Typhoeus. Hércules já lutou contra Thor, numa batalha entre Asgard e Olimpo, combate do qual ninguém saiu vitorioso ou derrotado, graças a interferência de Odin e Zeus. Na Terra, o semideus grego já lutou ao lado de inúmeros super heróis, e esteve filiado ao supergrupo chamado Os Campeões (veja Campeões) até a dissolução do mesmo. Embora Hércules seja personagem da mitologia, o responsável pela sua introdução nos quadrinhos foi Roy Thomas, em 1965.


Índice: ABCDEFGSobre esse projeto

(Hela)
Deusa da Morte, como é chamada por todos os habitantes de Asgard, Hela é o oposto de Odin, o supremo soberano que simboliza a vida. Ela possui o poder de destruir qualquer divindade asgardiana. Para os habitantes do reino eterno, a morte é diferente do que é para um homem comum. Em ambos os casos, todas as atividades corporais cessam. O espírito humano, contudo, abandona o corpo no momento da morte, ao passo que o dos deuses permanece na forma física até ser tomado pela deusa da morte e conduzido ao seu derradeiro local de descanso. Esses espíritos permanecem imutáveis por toda a eternidade e habitam certas regiões na dimensão asgardiana de Hel ou de Niffleheim, onde assumem uma existência quase física. Divindade nórdica introduzida nos quadrinhos por Stan Lee em 1964, Hela já enfrentou Odin e o deus do trovão inúmeras vezes mas, em nenhuma delas, conseguiu triunfar.


Índice: ABCDEFGSobre esse projeto

Em janeiro, eu e Lia pegamos um dia para andar pela cidade procurando os semáforos turísticos antes que eles sumam :P Aí demos um rolê pela região da Luz, que tem o da Pinacoteca e esse aqui, da estação da Luz, aka "estação Julio Prestes".


17jan17 - 14:20

(ainda não achei uma listagem oficial desses semáforos, se é que existiu, mas além dessa postagem em espanhol, encontrei esta descritiva, confirmando a existência de alguns lá na ponte "espraiada")


E da série "desenterrando posts do fotolog":



"2004: Estação da Luz - Ainda em reforma, é linda :) Pena que praticamente a região toda em torno ainda necessite de uma "limpeza".

Foto em dia de sol, passeio bom :)"


Lista do semáforos té agora registrados:
Theatro Municipal
Prédio do Banespa
Liberdade (luminárias)
Liberdade (arco)
Monumento às Bandeiras
Edifício Copan
MASP
São Bento

Pátio do Colégio
Pinacoteca

Archives
February 2018January 2018December 2017November 2017October 2017September 2017August 2017July 2017June 2017May 2017April 2017March 2017February 2017January 2017December 2016November 2016October 2016September 2016August 2016July 2016June 2016May 2016April 2016March 2016February 2016January 2016December 2015November 2015October 2015September 2015August 2015July 2015June 2015May 2015April 2015March 2015February 2015January 2015December 2014November 2014October 2014September 2014August 2014July 2014June 2014May 2014April 2014March 2014February 2014January 2014December 2013November 2013October 2013September 2013August 2013July 2013June 2013May 2013April 2013March 2013February 2013January 2013December 2012November 2012October 2012September 2012August 2012July 2012June 2012May 2012April 2012March 2012February 2012January 2012December 2011November 2011October 2011September 2011August 2011July 2011June 2011May 2011April 2011March 2011February 2011January 2011December 2010November 2010October 2010September 2010August 2010July 2010June 2010May 2010April 2010March 2010February 2010January 2010December 2009November 2009October 2009September 2009August 2009July 2009June 2009May 2009April 2009March 2009February 2009January 2009December 2008November 2008October 2008September 2008August 2008July 2008June 2008May 2008April 2008March 2008February 2008January 2008December 2007November 2007October 2007September 2007August 2007July 2007June 2007May 2007April 2007March 2007February 2007January 2007December 2006November 2006October 2006September 2006August 2006July 2006June 2006May 2006April 2006March 2006February 2006January 2006December 2005November 2005October 2005September 2005August 2005July 2005June 2005May 2005April 2005March 2005February 2005January 2005December 2004November 2004October 2004September 2004August 2004July 2004June 2004May 2004April 2004March 2004February 2004January 2004December 2003November 2003October 2003September 2003August 2003July 2003June 2003May 2003April 2003March 2003February 2003January 2003December 2002November 2002October 2002September 2002August 2002July 2002June 2002May 2002April 2002March 2002February 2002January 2002December 2001November 2001October 2001September 2001August 2001